Bleach Portugal RPG
Bem-vindo ao Bleach Portugal RPG! Se pretendes aceder ao fórum, faz Login ou Regista-te, se ainda não fizeres parte da comunidade então faz agora!


O melhor RPG de Bleach em Portugal!
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 T1 - Misake

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mega_Leopard
Humano
Humano
avatar

Mensagens : 4
Missões realizadas :
0 / 1000 / 100
Data de inscrição : 30/12/2010

Ficha de Personagem
Nome: Taikiu Misake
Disponibilidade:
Yen:

MensagemAssunto: T1 - Misake   Seg Jan 10, 2011 7:50 am

Misake acordou. Olhou para o seu calendário. Era Sábado, depois ele olhou para a janela observou um lindo Sol, mas pelo aspecto do vidro pareceu estar frio. Misake levantou-se, vestiu-se e foi tomar o pequeno-almoço. Depois foi buscar um casaco e calçou umas luvas e umas botas. De seguida saiu de casa. Lá fora estava muito frio, como já era de calcular, estava tão frio que Misake ao expirar saia o típico “fumo branco” da boca.
Ele quis treinar, para poder evoluir mais. Caminhou até ao habitual local, que era no jardim atrás da casa. Lá haviam 4 árvores.
Quando lá chegou, Misake viu muita geada sobre a relva e de seguida caminhou sobre ela, deixando a trás a marca das suas botas.
Misake continuava com frio, por isso pensou:
- A melhor forma para me aquecer é fazer exercício físico. Portanto esta manha vou treinar o meu físico.
Ele sabia que não deveria começar a treinar sem antes fazer um aquecimento. Por isso deu agilmente várias voltas por entre as árvores, pelo moro que dividia para o jardim do vizinho e pela parede exterior da casa. No final de ter completado o circuito 15 vezes Misake já sentia-se mais quente. Por isso passou à parte da musculação. Desta vez queria utilizar outra forma de musculação. Misake iria carregar com 3 pesos de 5 quilos, às costas e nos braços, percorrendo assim o trajecto, que há pouco tinha realizado.
Misake foi buscar os pesos à arrecadação de sua casa.
Quando voltou preparou-se para iniciar a sequência, novamente.
Ele correu por entre as árvores, pelos muros e pela parede. Executou este mesmo trajecto 10 vez, no final parou, pois estava bastante cansado. Deixou cair os pesos e foi sentar-se junto a uma árvore. Sentiu a frieza da relva, a sua pulsação acelerada e a sua respiração ofegante. Descansou durante 10 minutos.
Levantou-se e decidiu fazer as 20 flexões, 20 abdominais e 20 dorsais.
Misake colocou as mãos na relva, depois deitou-se de barriga para baixo e flectiu os braços 20 vezes. Quando estava a flectir os braços as ultimas vezes, ele começou a desequilibrar-se e a tremer, mas conseguiu acabar as 20 flexões. Descansou um pouco e logo de seguida levantou-se.
Depois deitou-se na relva, flectindo as pernas. Misake tinha de elevar o seu tronco e a sua cabeça do chão, encostar até às pernas flectidas e voltar a descer permanecendo deitado, a isto chama-se abdominais. Ele levantou o tronco as 20 vezes, a partir das últimas cinco vez, começou a sentir uma dor na barriga. Mesmo naquele estado Misake continuou até completar os 5 restantes. Depois de ter completado todos os abdominais, Misake levantou-se e sentiu-se aliviado, pois a dor de barriga já passara.
Agora ele teria que fazer as 20 dorsais. Deitou-se novamente na relva, de barriga para baixo e juntou as mãos e colocou-as debaixo do queixo. Misake levou as mãos e cabeça, mas também elevou as pernas, até ao máximo que podia, depois executou esse movimento mais 19 vezes. Depois de ter executado todos os 20 dorsais, ficou muito cansado.
Agora queria treinar a sua força de dano, pois já estava suficientemente quente. Começou por correr rapidamente até uma árvore depois, preparou-se para socar contra ela, empurrou o braço e socou no tronco dela. Depois do embate contra a árvore nada se alterara no tronco dela, a única coisa que alterou foi a mão de Misake ficar marcada e a dor. Frustrado ele deu meia volta e correu agilmente em direcção a outra árvore. Ele saltara desta vez para ganhar mais impacto e depois socou com a outra mão. Mais uma vez nada se alterara no tronco da árvore, a não ser a marca e dor na outra mão dele. Tornou a dar meia volta e correu e socou e correu e socou, durante 10 minutos. Ele parou um pouco, depois voltou a correr rapidamente contra uma árvore. Desta socou com as duas mãos uma na parte direita e outra na parte esquerda do tronco. Tornou a fazer isto durante 10 minutos às vezes variava. Saltava para dar mais impacto, socava com a mão direita na parte esquerda e a mão esquerda na parte direita do tronco. Depois parou repentinamente e olhou à sua volta. Tudo permanecia igual, sem contar com as pegadas na relva. A dor nas mãos dele era bastante forte, e uma farpa tinha se enterrado na pele. Misake foi buscar a mochila e retirou de lá um kit médico. Pegou numa pinça com a mão direita e depois apanhou a farpa, de seguida retirou-a. Enquanto estava a retirar a farpa ele teve uma grande dor. Depois de retirar a farpa da mão esquerda, começou a sangrar. Logo limpou a ferida com um pouco de água, depois colocou um penso e por baixo do penso tinha colocado um pouco de algodão e papel. De retirou uma fita branca da sua mochila, depois retirou as luvas. Com a fita, cobriu a palma da mão e a parte de trás, depois fez o mesmo na outra mão. Colocou logo as luvas depois de ter preenchido a mão com as fitas. O único problema é que com as fitas não conseguia abrir a mão totalmente. Esperou um pouco para recuperar fôlego e para tornar a ter uma respiração normal.
Depois levantou-se, preparou-se, esfregou a mão na cara e de seguida correu agilmente contra um tronco de uma árvore. Depois Misake socou-lhe na parte esquerda, na parte central e na direita. Socou no meio duas vezes, mas com mãos diferentes, para igualar o numero de socos dados em cada mão. Depois de socar, Misake deu um pontapé circular com a perna direita, que embateu na parte lateral direita da árvore. O pontapé doeu-lhe muito pois bateu com a perna e com o pé. Ele deu meia volta e correu rapidamente contra outra árvore. Saltou e socou com a mão direita, no centro do tronco, depois socou com a mão esquerda na parte direita e deu um pontapé circular com o pé esquerdo. O pé deu-lhe como quando tinha sido o impacto com o outro pé. Depois virou-se para trás e correu contra uma árvore, depois saltou ganhando impulsão e deu um pontapé aéreo com a perna direita. Esse pontapé acertou na árvore depois ele pôs o outro pé no chão dando equilíbrio. Misake ficou muito frustrado ainda não tinha conseguido fazer nenhuma moça no tronco da árvore. Tão frustrado executou todos os tipos de ataques que tinha executado, durante 30 minutos. Depois como já estava tão cansado foi sentar-se perto da sua mochila para descansar. Agora já tinha calor.
Misake descansou durante uns 10 minutos, enquanto fazia isso ia pensando em utilizar a sua katana para depois criar fendas nos tronco de seguida dar um pontapé e ver o que acontecia.
Ele levantou-se e retirou da sua mochila a sua pequena katana, depois começou a correr contra uma árvore. Saltou para dar impulso e depois desferiu um rasgão no tronco da árvore. Depois equilibrou-se e continuou a movimentar os braços desferindo mais fendas no tronco. Desferiu tantas fendas que criou um circulo defeituoso, de seguida deu um passo e trás e executou um pontapé no centro das fendas. A madeira exterior partiu-se e depois surgiu outra camada atrás do local aonde chutara. Misake fez um sorriso com a ponta dos lábios. Depois deu meia volta e tornou a correr em direcção a uma árvore. Depois movimentou o braço no movimento circular e desferiu um grande golpe no tronco da árvore. Continuou a desferir golpes com o mesmo movimento dos braços. Depois de ter completado um círculo defeituoso com os golpes desferidos, ele deu um pontapé com o pé esquerdo. O mesmo se sucedeu a camada de madeira exterior caíra ao chão e podia-se notar outra camada mais clara, a camada interior. Ele continuou a fazer este processo durante 30 minutos. Depois parou de correr e olhou em seu redor. Todas as árvores tinham uma parte da camada interior que podia ver-se, umas tinham parte exterior á mostra maiores que as outras.
Olhou para o céu e notou que as nuvens estavam a dirigir-se para Norte e isso era bom porque assim já poderia ver o Sol entra as nuvens vindas do Sul, pois eram mais pequenas. Misake descansou durante outros 30 minutos, não que ele quisesse, pois adormeceu.
Acordou e depois levantou-se, foi vasculhar na mochila o seu relógio. Depois de finalmente o ter encontrado ele observou-o bem. Já era meio-dia, a esta hora já deveria ter ido comer. Abriu o vidro que separava a casa do jardim e entrou para a quente casa. Dirigiu-se à cozinha e notou que a comida era bem boa. Misake sentou-se e comeu calmamente o seu almoço.

FIM.
__________________

Espero que me tenha saído bem. Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Snow Leopard
Administrador | Shinigami Daikou
Administrador | Shinigami Daikou
avatar

Mensagens : 433
Idade : 26
Localização : Pechão, Olhão, Algarve.
Missões realizadas :
0 / 1000 / 100
Data de inscrição : 22/01/2010

Ficha de Personagem
Nome: Yǒng Gǎn
Disponibilidade: Não sei o que é isto, mas se precisarem de mim, é só dispôr :P
Yen: 0

MensagemAssunto: Re: T1 - Misake   Qui Jan 13, 2011 4:31 pm

Não te garanto que te possa ver isto num futuro próximo, porque ando com muita coisa para fazer na universidade... Agora vão começar a aparecer frequências e exames aos pontapés. Por isso peço-te que sejas paciente e, desde já, peço-te imensas desculpas.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.bleachportugalrpg.com/forum.htm
 
T1 - Misake
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Treino 6 - Misake (Parte1)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Bleach Portugal RPG :: Karakura Town :: Treinos-
Ir para: